Sábado, 28 de Março de 2009

O Fisiocratismo

O Fisiocratismo

 

 
O Fisiocratismo é uma doutrina económica que surge na Europa na segunda metado do Séc. XVIII em oposição ao às teorias defendidas pelo Mercantilismo. As crises económicas e os entraves ao desenvolvimento provocadas pelas Barreiras Alfandegárias impostas pelo Mercantilismo associadas ao forte aumento populacional e consequente aumento da procura de bens alimentares constituem as duas principais razões para a desacreditação do mercantilismo e advento do fisiocratismo.
Segundo o Fisiocratismo (físio = natureza e cratos = poder) a verdadeira riqueza dos países encontra-se na agricultura e não na quantidade de metais preciosos como defendia o Mercantilismo. Segundo os fisiocratas, dos quais se destacam os franceses Quesnay e Turgot, é da agricultura que dependem todas as restantes actividades económicas, pelo que o Estado deveria estimular o trabalho da terra, suprimir os direitos senhoriais e abolir o seu intervencionismo e todos os entraves à produção e ao comércio (em especial dos produtos agrícolas). Paralelamente, o Estado deveria actuar na valorização da agricultura através da utilização de novos instrumentos e técnicas agrícolas (mecanização, adubação e irrigação), conquista de novas áreas cultiváveis (arroteamento de flores e baldios e drenagem de pântanos), substituição do sistema de baldio pela cultura de forragem e ainda através da selecção de sementes e animais. Estas novas técnicas agrícolas associadas à mecanização estiveram na base da denominada "Revolução Agrícola" iniciada em Inglaterra na segunda metade do Séc. XVIII.
Fonte: http://www.notapositiva.com/

 

O Fisiocratismo

 

As correntes mercantilistas que se difundiram na Europa durante o Antigo Regime privilegiaram o desenvolvimento do comércio e da indústria. Eram estes os sectores em que, segundo os mercantilistas, assentava a riqueza das Nações e, por consequência, dos cidadãos.
Na segunda metade do século XVIII, em reacção às teorias mer­cantilistas surgiu uma nova corrente económica, o fisiocratismo, que significa "governo da natureza".
O fisiocratismo defendia que a verdadeira riqueza das nações residia na agricultura, pois todas as actividades económicas depen­diam desta actividade. A própria indústria, essencialmente a têxtil na época, estava dependente da produção da lã obtida nos campos.
Inspirados na observação do ciclo da natureza e no "milagre" da multiplicação das sementes lançadas à terra, os fisiocratas pre­tenderam aplicar os ensinamentos da natureza à vida económica das Nações. Cabia ao homem saber extrair as leis naturais que depois faria aplicar a cada modelo de sociedade.
Destes pressupostos resultava o facto de os Estados deverem fomentar o trabalho da terra e deixarem total liberdade à iniciativa individual. O seu lema era "Laissez faire, Laissez passer" (deixem fazer, deixem andar).
A importância desta corrente veio a ser decisiva na formação das ideias de Adam Smith e do liberalismo económico que viria a triunfar no século XIX.

 

Assuntos do blog:
publicado por ana às 12:28
link do post | comentar | favorito
|
17 comentários:
De Denny a 7 de Maio de 2012 às 18:25
e moito bom ter gogle no tel
De Vaz Chioco Lole a 13 de Março de 2013 às 14:01
Gostei muito, desejo que haja muita coisa por aqui eu agradexo baxtante.
De mofath a 26 de Março de 2013 às 14:04
Olha so fiquei actualizado atravez do google.thanks.
De Helton angelo Scarlett. a 27 de Abril de 2013 às 15:01
nao sei si o meu prof. vai gostar disso pk eli é muito esigenti de mais.
De José a 9 de Junho de 2013 às 20:52
É muito bom saber Muitas coisa devemos as todas as nacao da Europa
De ALEX GUAMBE a 2 de Julho de 2013 às 19:18
É bom ter a google pois dxemos os professores d queixo orgulhosos!
De Francisco simbine a 22 de Março de 2014 às 20:42
Fraoncisco simbine(HIPOGEP) fisiocratismo tinha que ser espelho de cada nacao pasa alcansar atua riqueza
De Genildo inacio a 20 de Abril de 2014 às 10:11
Fisiocratismo teve inicio na inglaterra e na frança com alguns economistas escritores ao longo do sec xviii.
De Nelia pedro machava a 22 de Abril de 2014 às 12:36
Fisiocratismo è um tema q estuda adoutrna economica
De Avelina Afonso vilanculos a 8 de Maio de 2014 às 08:34
A google veio pra ficar e nos ajudar

Comentar post

Este Blog dedica-se à postagem de fotos,artigos e videos que circulam livremente na internet. Qualquer anomalia ou problema de funcionamento e/ou copyright não é da responsabilidade deste Blog, dado que o mesmo se baseia em hiperligações ou links. Eventuais reclamações e outras solicitações deverão ser feitas unica e exclusivamente nas respectivas fontes de origem. Ana Márcia

.mais sobre mim

.Assuntos do blog

. 16th and 17th

. 2.ª invasão francesa

. 25 de abril

. a acção de d.joão ii

. a carreira da índia

. a crise dinástica e a união ibérica

. a crise do império português do oriente

. a escola de atenas

. a formação da mentalidade moderna

. a peste negra

. a pintura renascentista

. a prioridade inglesa na revolução indust

. a prioridade portuguesa: os conhecimento

. a revolta das colónias americanas

. actividades

. alterações na produção

. antropocentrismo

. arquitectura

. arquitectura do renascimento

. as grandes culturas americanas

. carreira da índia

. como estudar história?

. constituição de 1822

. crise do séc.xiv

. cristóvão colombo

. d. joão vi e a corte no brasil

. da crise comercial às primeiras medidas

. denúncias na inquisição de lisboa

. desafio

. descobrimentos portugueses

. do geocentrismo ao heliocentrismo

. economia global xvii-xviii

. enigma

. estilo manuelino

. filme: novo mundo.

. história pelas imagens

. império português do oriente

. individualismo

. jogos

. karl marx

. lei das sesmarias

. mapas de história

. marquês de pombal

. napoleão bonaparte

. navegação astronómica

. o barroco e a talha dourada

. o capitalismo comercial

. o convento de mafra

. o desastre das ponte das barcas

. o fisiocratismo

. o homem novo

. o humanismo

. o iluminismo

. o liberalismo

. o regicídio

. o séc xiv em portugal

. pintura renascentista em portugal

. porque o mundo mudou...

. reconstrução de lisboa

. reforma e contra-reforma

. reforma protestante

. renascimento

. revolução agricola e industrial

. revolução americana

. revolução demográfica- século xviii

. revolução francesa

. revolução industrial

. s.jorge da mina

. sites

. teatro

. terramoto

. tratado de tordesilhas

. vítimas da inquisição

. todas as tags

.arquivos

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.posts recentes

. ...

. A Peste Negra

.últ. comentários

vive da realidade e nao se espante com a verdade.....

.mais comentados

17 comentários
3 comentários
1 comentário

  

ESCREVE-ME

POR MAIL...

 

OU ENTÃO

Deixa recadinho...

clica na caixa em cima

        Mais  Disciplinas que fiz

   

 

 

 

 


 

Free Blog Content


 

Conceitos

Caravela - embarcação de dois ou três mastros, com velas triangulares (velas latinas) que permitiam navegar com ventos contrários (bolinar).
 
 
 
 
Cartografia - Ciência que se dedica à representação gráfica e convencional da Terra ou parte dela.
 
 
 
 
Geocentrismo
Teoria explicativa do Universo que defende que a Terra está fixa e é o centro do Universo.

 
 
 
Mare Clausum- Expressão latina que significa "mar fechado", ou seja, a restrição da navegação a alguns Estados.
 

1º Vice-Rei da Índia

1º Vice-Rei da Índia
D. Francisco de Almeida

 

Bartolomeu Dias

Bartolomeu Dias nasceu cerca do ano de 1450 e foi um célebre navegador português. Em 1486, D. João II confiou-lhe o comando de duas caravelas e de uma naveta de mantimentos com o intuito público de saber notícias do Preste João. O propósito não declarado da expedição seria investigar a verdadeira extensão para Sul das costas do continente africano, de forma a avaliar a possibilidade de um caminho marítimo para a Índia. Descobriu o Cabo das Tormentas, actual Cabo da Boa Esperança e regressou a Lisboa em Dezembro de 1488.
Bartolomeu Dias foi o primeiro navegador a navegar longe da costa no Atlântico Sul. A sua viagem, continuada por Vasco da Gama, abriu o caminho marítimo para a Índia.
 Ptolomeu
Ptolomeu foi um cientista grego que nasceu no século II d. C. e viveu em Alexandria na província romana do Egipto. Era astrónomo, geógrafo e cartógrafo. Lançou as bases da geografia matemática e da cartografia no tratado Guia de Geografia, obra que só em 1405 chegou ao conhecimento dos europeus.

 
 
 

Gil Eanes

Gil Eanes foi um navegador português, natural de Lagos, escudeiro do Infante D. Henrique. Foi o primeiro a navegar para além do Cabo Bojador, em 1434, depois de muitas tentativas. O Infante D. Henrique conseguiu incentiva-lo a tentar essa proeza.
Dobrar o cabo, reforçou o papel de Portugal como nação marítima.
De acordo com Gil Eanes, o Infante armou-o cavaleiro.
 

 


Selos alusivos aos Descobrimentos representando a barca,

o barinel, a caravela e a nau

 

Barquilha

Barquilha - É dos mais antigos aparelhos que se conhece destinados a medir a velocidade de um barco. A sua invenção é atribuída ao português Bartolomeu Crescêncio, fins do século XV princípios do século XVI.
 
 
 
Embarcações - Séculos XV e XVI
Embarcações - Séculos XV e XVI
Caravelas

História Divertida

 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

e-mapps -

Mapa Interactivo da Europa

aceder aos vários países da Europa
e a um conjunto variado de jogos
sobre os países da Europa.
 
 

Actividades de História

Conheces a História de Portugal? responde às questões
 
 

 

Galeria de imagens

para trabalhos de História

 
 

 

 

SIITES  ESTUDO DA HISTÓRIA 

 

 

 

 

 

 DESEMBARQUE ALIADO

NA NORMANDIA

     

  Consulta...

vais gostar...

      

 

Civil War - Guns N' Roses

Guns 'n' roses - Sweet child o' mine

 

 

Editorial nº13

 

 

Castelos do Mundo

 

 links úteis...

Hospitais Públicos
Centros de saúde
Escolas Públicas
Associações
Farmácias Serviço
Bibliotecas
Museus
Parques e Jardins
Parques Zoológicos
Legislação
Segurança Infantil
Emergências
Crianças
    Desaparecidas

 

 

 


 Nascimento do Blog

Nascimento do Blog 
23 de Outubro de 2006

 

 

blogs SAPO

.subscrever feeds