Domingo, 13 de Setembro de 2009

A crise do Império Português do Oriente

 

 
Chegada de pimenta a Lisboa


Por volta de meados do século XVI, o Império Português do Oriente apresentava alguns sinais de crise, que se reflectiam na redução do número de navios que parti­ram para a índia e do volume de especiarias vindas pela rota do Cabo. Em 1549, o rei de Portugal mandou encerrar a feitoria portuguesa de Antuérpia.

Mais evidente a partir de 1570, essa crise era devida a:
. reanimação das rotas do Levante pelos Árabes e Turcos, que tinham decaído com a criação da rota do Cabo, controlada exclusivamente por Portugal;
. prática de monopólio régio do comércio das especiarias mais lucrativas, não deixando aos particulares a participação nesse comércio;
. elevadas despesas da coroa com a manutenção do Império, que muitas vezes ultrapassavam as receitas;
. desvio dos lucros obtidos no comércio para despesas de luxo e compra de terras e casas, não se investindo no desenvolvimento da agricultura e da indústria;
. aumento do número de naufrágios devido ao excesso de carga dos navios, fracos conhecimentos náuticos dos pilotos e ataques de piratas e corsários,
. concorrência de Holandeses, Ingleses e Franceses, que disputavam aos Portugueses o controlo do comércio e dos domínios ultramarinos.

Em resultado da crise do Império Português do Oriente, a coroa portuguesa volta os seus interesses para o Brasil, nomeando o 1º governador-geral, Tomé de Sousa, em 1549. A crescente importância do Brasil inicia a viragem da economia portuguesa para o Atlântico.
publicado por ana às 17:28
link do post | comentar | favorito
Este Blog dedica-se à postagem de fotos,artigos e videos que circulam livremente na internet. Qualquer anomalia ou problema de funcionamento e/ou copyright não é da responsabilidade deste Blog, dado que o mesmo se baseia em hiperligações ou links. Eventuais reclamações e outras solicitações deverão ser feitas unica e exclusivamente nas respectivas fontes de origem. Ana Márcia

.mais sobre mim

.Assuntos do blog

. 16th and 17th

. 2.ª invasão francesa

. 25 de abril

. a acção de d.joão ii

. a carreira da índia

. a crise dinástica e a união ibérica

. a crise do império português do oriente

. a escola de atenas

. a formação da mentalidade moderna

. a peste negra

. a pintura renascentista

. a prioridade inglesa na revolução indust

. a prioridade portuguesa: os conhecimento

. a revolta das colónias americanas

. actividades

. alterações na produção

. antropocentrismo

. arquitectura

. arquitectura do renascimento

. as grandes culturas americanas

. carreira da índia

. como estudar história?

. constituição de 1822

. crise do séc.xiv

. cristóvão colombo

. d. joão vi e a corte no brasil

. da crise comercial às primeiras medidas

. denúncias na inquisição de lisboa

. desafio

. descobrimentos portugueses

. do geocentrismo ao heliocentrismo

. economia global xvii-xviii

. enigma

. estilo manuelino

. filme: novo mundo.

. história pelas imagens

. império português do oriente

. individualismo

. jogos

. karl marx

. lei das sesmarias

. mapas de história

. marquês de pombal

. napoleão bonaparte

. navegação astronómica

. o barroco e a talha dourada

. o capitalismo comercial

. o convento de mafra

. o desastre das ponte das barcas

. o fisiocratismo

. o homem novo

. o humanismo

. o iluminismo

. o liberalismo

. o regicídio

. o séc xiv em portugal

. pintura renascentista em portugal

. porque o mundo mudou...

. reconstrução de lisboa

. reforma e contra-reforma

. reforma protestante

. renascimento

. revolução agricola e industrial

. revolução americana

. revolução demográfica- século xviii

. revolução francesa

. revolução industrial

. s.jorge da mina

. sites

. teatro

. terramoto

. tratado de tordesilhas

. vítimas da inquisição

. todas as tags

.arquivos

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.posts recentes

. ...

. A Peste Negra

.últ. comentários

fisiogratismo
pois so tenho que agradecer a google portanto espe...

.mais comentados

20 comentários
3 comentários
1 comentário
blogs SAPO

.subscrever feeds